As dores do multinível

Padrão

A dor do crescimento: dói quando a empresa cresce e a estrutura não é compatível com a quantidade de novos cadastros, volume de vendas, expansão geográfica. Machuca quando a demanda é maior que a capacidade de atendimento da empresa.

Problemas de logística, falta de produtos, atendimento etc, são sintomas da dor do crescimento. Se a empresa for financeiramente saudável, tudo vai passar.

A dor da mudança: mudar de empresa pode doer muito, mas pode ser uma dor necessária se você estiver em um negócio onde o resultado é negativo. É preferível suportar a dor da mudança ao invés de ver muitas pessoas do grupo trabalhando sem resultado.

Se decidir enfrentar a dor da mudança você apenas trocará de veículo e  se manterá na mesma estrada – o marketing multinível.

A dor da perda: perder alguém da linha descendente com quem temos relacionamento, dói. No entanto dói muito mais quando pessoas que não querem mais o negócio continuam por pressão da linha ascendente. Perder pessoas faz parte do negócio. Afinal, nem todo mundo que entra fica. Nem todo mundo que fica, continua. E nem todo mundo que continua, será um Líder Top.

A dor da solidão: sentir dor sozinho, sem apoio, sem direcionamento… é fatal para o negócio. Devemos evitar que essa dor seja uma epidemia no grupo. O remédio é o apoio permanente da linha ascendente.

No marketing multinível, não existe ganho sem dor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s